Saiba como realizar um processo de recrutamento assertivo

processo de recrutamento assertivo

É preciso encarar os fatos: ter um processo de recrutamento em que você encontra e seleciona os melhores candidatos não é tão simples quanto parece. Na verdade, não é nada simples. 

Não é só olhar uma lista de candidatos e dizer: “Hmmm, acho que essa pessoa vai fazer um bom trabalho”. Em vez disso, você precisa de uma estratégia – uma que passe por várias etapas para garantir que você está colocando as melhores pessoas nas funções certas.

Por isso, desenvolvemos esse artigo com algumas dicas e orientações para realizar um processo de recrutamento assertivo. Saiba mais a seguir.

O que é Recrutamento e Seleção dentro das empresas?

Bom, Recrutamento e Seleção é uma área do RH onde acontece processo de contratação de novos colaboradores. Cada empresa o faz de forma diferente, mas em geral ele envolve diversas etapas – e a mais comum entre todas é a entrevista, onde o candidato é avaliado por um recrutador.

Um processo de recrutamento eficaz permite que candidatos qualificados sejam encontrados. Para isso acontecer, a equipe precisa de um fluxo de trabalho lógico.

Por exemplo, se um líder de equipe for encarregado de conduzir as entrevistas, o gerente de RH ou qualquer membro da equipe de recrutamento deve fornecer ao líder de equipe um currículo impresso e algumas informações básicas sobre o candidato antes da entrevista. 

O gerente de RH ou recrutador também deve informar o candidato sobre todo o processo de recrutamento para que ele possa se preparar com antecedência.

Principais impactos e desafios do recrutamento pós-pandemia

É indiscutível que a pandemia transformou muitos aspectos da nossa vida e, bom, o recrutamento é uma delas. 

Muitas empresas adotaram o home-office e o recrutamento online, onde é possível utilizar a internet a favor do RH. As entrevistas por meio de vídeo-chamadas se popularizaram e já se tornaram uma realidade em muitas contratações.

Porém, com as interações por vídeo chamada, alguns aspectos que seriam avaliados presencialmente se perdem. A “dimensão 2D” das chamadas, por exemplo, impede que se faça uma leitura corporal total dos candidatos, ou que se avalie a interação deles com um grupo de pessoas. 

Então, os recrutadores precisaram encontrar outras saídas para avaliá-los. A avaliação dos candidatos por meio de testes é uma delas, entre tantas outras. 

Além disso, um dos setores que mais sofrem no pós-pandemia é o recrutamento interno (entenda mais adiante), já que muitas empresas ainda não conseguiram integrar todos os setores com uma boa comunicação. Não é incomum, por exemplo, que o RH esteja procurando fora um candidato a uma vaga que poderia ser preenchida por um funcionário atual.

Quais as formas atuais de recrutar um profissional?

Geralmente, existem duas fontes de recrutamento que você pode utilizar ao procurar talentos:fontes externas e internas. Entenda cada uma delas a seguir.

Fontes externas de recrutamento

Oferecem um escopo mais amplo, pois você tem acesso a um grande número de candidatos. Elas incluem:

  • Portais de empregos – com o uso crescente da Internet, os portais de empregos desempenham um papel crucial na conexão dos empregadores com os candidatos. Esses portais costumam ser a plataforma preferida dos candidatos, o que os torna uma excelente fonte ao buscar os melhores talentos do setor.
  • Anúncios de emprego – os anúncios ajudam as equipes de contratação a construir uma identidade de marca forte. Você pode optar pela publicidade tradicional ou pelo marketing digital.
  • Site da empresa – Uma página de vagas no site da empresa não só facilitará a inscrição de candidatos a emprego, mas também atrairá candidatos qualificados, especialmente se tiver conteúdo atraente.
  • Mídias sociais – plataformas como o Facebook e LinkedIn são os lugares perfeitos para encontrar recrutas em potencial. Como a maioria dos candidatos a emprego tem contas nessas plataformas, é muito provável que vocês se encontrem.
  • Feiras de empregos – são eventos públicos que oferecem a oportunidade de acessar um grande grupo de talentos para atender às necessidades em massa. Você também pode interagir com outras empresas em seu setor.

Fontes de recrutamento interno 

O recrutamento por meio de fontes internas motiva os funcionários atuais, aumenta a satisfação no trabalho e dá a eles uma sensação de segurança no trabalho. Ele pode ser feito por meio de:

  • Transferência – os recrutadores podem preencher as vagas em locais diferentes sem alterações na função do trabalho.
  • Promoção – as vagas para cargos seniores podem ser preenchidas por funcionários de alto desempenho.
  • Candidatos anteriores – Manter os arquivos de candidatos anteriores que não foram incluídos no corte cria um banco de dados cheio de recursos. Você pode usá-los quando as posições correspondentes estiverem abertas.
  • Funcionários aposentados – podem ser chamados novamente para preencher certas posições ou participar de projetos especiais.

3 critérios indispensáveis de um bom recrutamento

A definição do termo “bom recrutamento” pode variar bastante dependendo da empresa, do setor, da vaga… Não existe um perfil ideal que se encaixe em todas as organizações e seja a peça chave para o recrutamento. 

Porém, existem alguns critérios que podem fazer toda a diferença no processo de contratação e são indispensáveis para um bom recrutamento. Veja alguns deles:

1 – Deixe claro o que se espera do colaborador

Mais do que as exigências e funções da vaga, é preciso expor o que se espera da pessoa que irá preenchê-la. Muitas vezes um funcionário contratado tem um desempenho considerado ruim, mas é porque não foi informado das expectativas sobre ele.

2 – Drible vieses inconscientes

Os vieses inconscientes são preconceitos ou pensamentos tendenciosos que desenvolvemos ao longo da vida e que acabam nos induzindo a decisões erradas, ainda quando achamos que estamos sendo imparciais.

Uma forma de driblar os vieses inconscientes é implementando programas de inclusão e diversidade na empresa, o que é ótimo para aumentar a pluralidade nas equipes e ajuda a construir um mercado mais diversificado.

3 – Foque também na cultura da empresa

Mesmo que um candidato preencha todos os requisitos necessários para a vaga, um aspecto que deve ser levado em consideração é a cultura da empresa. Se ele não se encaixar ali, provavelmente ficará por pouco tempo e logo a vaga estará aberta novamente. 

Claro que alguns aspectos da cultura da empresa podem ser ensinados, mas alguns valores são pré-estabelecidos em todas as pessoas, então uma dica é se certificar de que os candidatos se encaixam.

Marketing de experiência VS Recrutamento assertivo: o que tem a ver?

Já entendemos que as empresas precisam investir no recrutamento com eficiência e responsabilidade porque isso está intimamente ligado aos lucros e também a produtividade de uma empresa.

E, bom, o marketing de experiência é por definição uma estratégia que usa experiências memoráveis para atrair, engajar e fidelizar os clientes. Essa estratégia aplicada no recrutamento é um ponto chave para que não só a contratação seja boa, mas também toda a jornada de um colaborador na empresa.

Mantê-lo engajado e “fiel” à organização é uma das coisas mais importantes para manter a produtividade de todos os setores da empresa. E isso é uma via de mão dupla, já que a empresa deve fornecer todos os recursos necessários para que o funcionário realmente goste de trabalhar lá.

Quer saber como aplicar o marketing de experiência ao recrutamento? Conheça o curso em formato nanodegree Atrair e Conquistar: o marketing de experiência. As aulas deste nanodegree são excertos de cursos de pós-graduação da Escola de Gestão, selecionadas especialmente para direcionar o conhecimento ao tema específico.

Legal, né? E se quiser continuar lendo sobre gestão, marketing e outras novidades do mercado, assine a nossa newsletter e receba tudo no seu e-mail!

Compartilhe este artigo e inscreva-se em nossa newsletter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Mais artigos

Se você trabalha com vendas, sabe que prospectar não é fácil. Na verdade, muitos representantes de vendas admitem que consideram a prospecção …

No marketing digital, você não vai muito longe sem ouvir o termo “big data”. Definitivamente, ele se tornou uma das ferramentas tecnológicas …

Sobre o Dia Nacional do Livro Hoje, 29 de outubro, o Dia Nacional do Livro é comemorado aqui no Brasil. Essa data …

O feedback é uma ferramenta muito poderosa. Se oferecido de forma adequada, tem a capacidade de resolver problemas de forma inteligente e …

Rodrigo Geammal, que possui mais 20 anos de experiência em projetos de incentivos de vendas, incremento de resultados, relacionamento e motivação no …

Você já parou para pensar qual é o “segredo” de empresas gigantescas, que se tornaram cases de sucesso e faturam cada dia …

Skip to content