Qual a função do Business Intelligence na tomada de decisão de uma grande corporação?

Business Intelligence

Há algum tempo as grandes corporações entenderam que não podem se dar ao luxo de tomar decisões (mesmo que pequenas) baseadas em “achismos”. Assim o Business Intelligence (ou BI) e suas ferramentas têm se popularizado cada vez mais nas organizações.

Nesse artigo vamos mostrar o que o Business Intelligence é, suas ferramentas, como ele pode ajudar um negócio e qual a sua função na tomada de decisão de uma grande corporação.

O que é Business Intelligence?

Business Intelligence é o processo de trazer à tona e analisar dados em uma organização para tomar decisões com respaldo.

O BI usa tecnologias e métodos inteligentes para organizar e analisar dados das mais diversas áreas. Uma loja, por exemplo, pode analisar qual é o público que mais compra seus produtos e investir no marketing para aquele segmento. 

Ele também pode analisar o desempenho da empresa no último ano, categorizar qual área precisa de melhorias, entender se há algum ponto onde existe desperdício, definir próximos passos… Enfim, as possibilidades são infinitas! Tudo depende de qual é o objetivo da corporação.

Qual a importância dentro de uma organização?

Os principais motivos para investir em uma estratégia de BI são:

Ter novas percepções do cliente 

Um dos principais motivos pelos quais as empresas estão investindo seu tempo, dinheiro e esforços em Business Intelligence é porque isso dá uma visão maior (e melhor) de observar e analisar as tendências atuais de compra e perfil do cliente. 

Depois de usar o BI para entender o que seus consumidores estão comprando e o motivo da compra, você pode usar essas informações para criar produtos e melhorias de produto para atender às suas expectativas e necessidades e, como resultado, melhorar os resultados financeiros da organização.

Entender o cenário da organização de forma ampla

Já se foram os dias de folhear centenas de páginas de relatórios anuais para avaliar o desempenho. Com o BI é possível ter mais controle sobre os processos porque ele pode englobar todas as áreas da organização e, assim, ajudar a identificar as áreas de melhoria.

Mais eficiência 

Como o BI ajuda a entender o cenário organizacional, consequentemente ele também aumenta a produtividade e pode aumentar a receita. 

Com as ferramentas certas ele permite que as empresas compartilhem informações entre departamentos com facilidade, economizando tempo em relatórios, extração e interpretação de dados. 

Sales Insight 

As equipes de vendas e marketing podem usar a análise de dados do BI para guiar as comunicações e interações com os clientes – e isso vai desde a identificação de novos clientes, até a retenção e o pós-venda.

Dados em tempo real 

Quando tomadores de decisão precisam esperar que os relatórios sejam compilados por vários departamentos, os dados estão sujeitos a erro humano e correm o risco de ficar desatualizados antes mesmo de serem enviados para revisão. 

Os sistemas de BI fornecem aos usuários acesso aos dados em tempo real por vários meios, incluindo planilhas, painéis visuais e e-mails programados. 

Grandes quantidades podem ser processadas de uma só vez, interpretadas e distribuídas com rapidez e precisão ao utilizar ferramentas de Business Intelligence.

Vantagem competitiva 

Além de todos esses benefícios, o Business Intelligence também pode ajudar a corporação a ter uma visão sobre o que seus concorrentes estão fazendo – o que é sempre bom.

Em resumo, o BI é importante por analisar e disseminar as informações para as partes interessadas relevantes. Isso permite que as empresas tenham uma visão geral e tomem decisões de negócios inteligentes. 

Impactos e resultados de uma empresa que possui Business Intelligence

Os impactos de uma empresa que possui Business Intelligence não são apenas na área comercial e no ponteiro dos lucros no final do dia. Eles também podem ser vistos no desempenho dos colaboradores, na agilidade dos processos e na transparência da empresa.

Isso acontece porque entre os elementos que mais influenciam negativamente a produtividade do funcionário estão a falta de objetivos claros e um senso geral de propósito.

Burnout, frustração e microgerenciamento são todos efeitos de uma gestão que não sabe qual caminho seguir. Por incrível que pareça, o Business Intelligence pode ajudar (e muito) a superar essas dificuldades, otimizando os dias de trabalho e reagindo rapidamente às mudanças. 

Com as ferramentas certas é possível, por exemplo, identificar funcionários descontentes e improdutivos. Nesse caso, o BI pode ajudar os gerentes na redistribuição de tarefas ou no mapeamento de setores sobrecarregados.

Quais áreas podem implementar o Business Intelligence

São muitas as áreas que podem implementar o Business Intelligence para tomar decisões embasadas e parar de “atirar no escuro”. Veja alguns exemplos onde o Business Intelligence já é usado em larga escala:

Marketing

As agências e setores de Marketing que contam com uma frente de BI certamente fazem melhores campanhas e estão na frente de seus concorrentes. 

Isso acontece porque elas sabem exatamente para quem uma campanha deve ser direcionada, analisam com precisão cada investimento e, não menos importante, estão sempre prontas para trabalharem em otimizações. 

Inclusive, as estratégias de Marketing sem o uso do Business Intelligence podem ser um grande desperdício de tempo e dinheiro.

Comercial

Com o Business Intelligence, o setor comercial tem um poder de análise muito grande para trabalhar. 

É possível mapear, por exemplo, quais são as oportunidades de vendas em cada região, diagnosticar os melhores caminhos de venda, observar o desempenho em cada época do ano e muito mais.

Financeiro

A área financeira das empresas é uma das que mais se beneficia do uso do Business Intelligence. Com ele, é possível fazer um acompanhamento de fluxo de caixa com eficiência, limitar teto de gastos, observar retornos de investimentos, entre outros. 

Além disso, vale ressaltar que aqui o BI também elimina os riscos naturais do erro humano e pode ser usado como fonte de dados confiável.

Recursos Humanos

O Business Intelligence também pode ser usado para a análise de dados em Recursos Humanos. 

Integrar sistemas de rastreamento de candidatos e sistemas de desempenho e gerenciamento pode trazer uma visão incrível para o setor, ajudando a analisar e relatar dados.

Principais ferramentas para utilizar o Business Intelligence

  • IBM Watson Analytics: uma plataforma aberta e multi-cloud que permite automatizar o ciclo de vida de inteligência artificial e possui a tecnologia de machine learning. Ele consegue sozinho fazer leituras e gerar insights que considera importantes.
  • Google Data Studio: uma ferramenta gratuita que transforma seus dados em relatórios e painéis informativos, fáceis de ler e de compartilhar – e personalizáveis.
  • BIRT: um projeto de software de código aberto que cria visualizações de dados e relatórios (que podem ser incorporados em aplicativos e na web, especialmente aqueles em Java).
  • Microsoft Power BI: ferramenta que conecta dados usando a plataforma unificada e escalonável para BI corporativo e por self-service, ajudando você a obter insights mais aprofundados sobre os dados.
  • Adobe Analytics: plataforma que reúne dados importantes do setor em visualizações personalizáveis que permitem tomar decisões de marketing melhores.

Se interessou pelo assunto e quer saber um pouco mais sobre Business Intelligence e outras formas de otimizações para corporações? Se inscreva na nossa newsletter e receba conteúdo direto no seu e-mail!

Além disso, conheça também os cursos disponíveis na Galícia Educação, eles englobam as mais modernas técnicas de aprendizagem e os conteúdos são alinhados com o mercado de trabalho real do Brasil, para você se destacar na sua carreira e ficar nivelado com o que há de mais moderno.

Compartilhe este artigo e inscreva-se em nossa newsletter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Mais artigos

Pois é, não dá mais pra adiar. Precisamos falar sobre educação financeira (e isso é urgente!). O assunto, muitas vezes tratado com …

Autor: Otello Bertolozzi Neto – Cofundador e CEO da Galícia Educação Você já imaginou o quão complicado pode ser ensinar profissionais no …

Você já sentiu, enquanto realizava uma tarefa, que o que você estava fazendo não teria um resultado tão significante? Ou que você …

Skip to content